Minha jornada até o CCNA - o VTP



Fala galera, blz?

Esse artigo faz parte de uma série de artigos que vou publicar, mostrando o meu dia a dia de estudos da faculdade (tecnólogo de Redes de Computadores) e para a certificação CCNA RS.

Espero que possa agregar algo pra vocês também! 😀

Você já ouviu falar do VTP?

VTP (VLAN Trunk Protocol) é um protocolo desenvolvido pela Cisco, que permite que o admin da rede possa gerenciar as VLANs em um switch configurado como servidor VTP.

Mas por que usaria o VTP, Max?

tenor

Bom, primeiro não é mais recomendada a utilização do VTP (veremos o porquê adiante), mas digamos que temos uma rede em uma empresa conectada por vários switches e essa empresa está em pleno crescimento, torna-se administrativamente difícil e propenso a erros a configuração de novas VLANs para essa empresa, o VTP automatiza essa tarefa.

É possível configurar um switch em um dos três modos VTP:

  • Servidor (Server)
  • Cliente (Client)
  • Transparente (Transparent)

Para funcionar o VTP, os switches que forem fazer parte do domínio, precisam ter o mesmo nome de domínio (vtp domain) e a mesma versão do protocolo (vtp version), também temos que definir o Switch Server e os seus Switches Clients e garantir que tenha um link trunk entre eles (o VTP só opera em portas trunk).

Por padrão os switches possuem as seguintes configurações:

vtp-max-address

Vale ressaltar que é recomendado sempre antes de adicionar um novo switch na rede, zerar o número de revisão da configuração com o comando:

Switch(config)#vtp mode transparent

número da revisão é usado para determinar se o switch deve manter o banco de dados da VLAN atual ou substitui-lo pela atualização de VTP anunciada por outro switch, o switch server com número de revisão mais alto será o responsável por alimentar/deletar as VLANs do domínio VTP.

Premissas de um domínio VTP:

  • Cada switch só pode participar de um domínio
  • Os anúncio do protocolo VTP são trocados apenas entre switches que fazem parte do mesmo dominio
  • O VTP roda na camada 2 do modelo de referência OSI.


Modos do VTP:

Server

  • Sincroniza a configuração de VLANs
  • Envia e encaminha anuncios VTP
  • Cria, modifica e apaga VLANs
  • Salva a configuração na NVRAM

Client

  • Sincroniza a configuração de VLANs
  • Encaminha anúncios VTP
  • Não cria, modifica a apaga VLANS
  • Não salva a configuração na NVRAM

Transparent

  • Cria, modifica e apaga VLANs
  • Encaminha anúncio VTP (versão 2)
  • Não sincroniza a configuração de VLANs
  • Salva a configuração na NVRAM


Configurando VTP

Switch#conf t

Switch(config)#vtp mode ?
client
server
transparent
!Setar o modo VTP para o Switch

Switch(config)#vtp domain ?
!Colocar um nome de domínio

Switch(config)#vtp password ?
!Configure uma senha (opcional)

Switch(config)#vtp version 2
!Definir a versão do VTP

Switch(config)#end

Switch#

Vale ressaltar que os switches precisam suportar a versão 2, portanto antes de rodar esse comando, consulte a especificação do respectivo switch.

Após criar o server, seus respectivos clients e definir o mesmo domínio (senha é opcional) em todos os switches, basta criar as VLANs no switch server e elas serão anunciadas para todos os outros switches clients do domínio.

show-vlan-brief-max-address
Verificando as VLANs propagadas nos demais switches do domínio.

Verificando VTP

Os comandos:

show vtp status

show vtp counters 

show vtp password
show-vtp-status-max-address
Verificando status do VTP

Como foi mencionado anteriormente, o VTP não é a configuração mais recomendada nos dias de hoje. O motivo é que da mesma forma que possibilita mais agilidade na criação de VLANs, existe uma falha no VTP que pode prejudicar o funcionamento da rede, como a inserção de um switch com número de revisão maior que o switch server atual (por isso é importante zerar a revisão, antes de inserir na rede de produção) ou apagar uma VLAN que será deletada em todos os switches. Além disso, nem sempre é necessário que todas as VLANs sejam divulgadas para todos os switches.

Bom, por hoje é só galera, para maiores informações consulte a documentação oficial da Cisco:
Como Entender O VLAN Trunk Protocol (VTP)

Um abraço, Max!